FANDOM


O que é impressão sob demanda?

Impressão sob demanda, também conhecido como POD (Print on demand), é um processo em que as cópias de um livro, ou outro documento, são impressas somente quando encomendado. Surgiu no início de 2001 com uma forte tendência para revolucionar o mercado gráfico mundial.

A Impressão sob demanda foi desenvolvida graças à tecnologia de impressão digital, que permite imprimir cópias de um livro no momento em que for solicitado pelo leitor, algo improvável em métodos tradicionais de impressão.

Características

A técnica de impressão sob demanda parece seduzir especialmente autores iniciantes (por exemplo autores que atuam em plataformas de livros online, como o Wattpad, que optam por lançar a obra física), pesquisadores que queiram publicar suas teses, pequenas editoras ou mesmo as tradicionais, que se utilizariam de dois meios: impressão convencional, para títulos de saída garantida; e impressão sob demanda, para os outros. No caso de autores iniciantes, uma pequena edição de um livro de estreia pode ser viável. Da mesma maneira, pesquisadores podem distribuir ou vender alguns exemplares impressos de seus trabalhos a colegas, alunos e demais interessados, sem esperar pela seleção de uma editora universitária. Em um outro âmbito, o das editoras, a impressão sob demanda pode ser particularmente útil para as pequenas casas editoriais, que, não tendo catálogo extenso e condições financeiras para investirem em tiragens maiores, podem disponibilizar suas publicações sem risco de grandes perdas. Além disso, esse método de impressão revela-se como alternativa válida para bibliotecas de pesquisa, onde livros ou partes destes não disponíveis fisicamente poderiam ser impressos no próprio local.

Nos Estados Unidos essa tecnologia vem sendo usada há tempos, tendo um aumento significativo há cerca de cinco anos. Por exemplo, apenas uma companhia que opera com livros sob demanda produz, em média, 50 mil exemplares por dia. Embora o Brasil tenha um consumo per capita de livros considerado baixo, várias empresas estão vislumbrando o potencial deste mercado. Algumas gráficas já vêm investindo há alguns anos para atender o mercado editorial com impressão digital. Tanto EUA quanto Brasil tem uma parcela significativa da produção de livros proveniente de auto publicação. 

As bibliotecas no Brasil ainda não conseguem fazer isso porque não há um modelo de negócio pré-estabelecido (só iniciativas de livrarias). O posicionamento da FEBAB é de sempre apoiar iniciativas que visem ao bem da comunidade atendida pelas bibliotecas, ainda mais quando há este aspecto de sustentabilidade por detrás. Só que isso precisa ser feito da maneira correta, para que todas as partes envolvidas (autor, editor, biblioteca e leitor) saiam beneficiadas (EUA-Brasil).

A impressão de livros sob encomenda a partir de uma unidade segue o mesmo rigoroso sistema de segurança utilizado para a reprodução de impressos e mídias para as empresas de tecnologia. O livro tem o direito autoral, assim como os processos de licenciamento de software.

Para agregar ainda mais valor à gráfica, a impressão digital não se resume aos livros publicados, e pode enriquecer portfólio da gráfica com produtos como impressão de livretos; impressão de anuários; impressão de catálogos; impressão de apostilas; impressão de revistas.

Estarei infringindo a Lei se mandar fazer muitas cópias e distribuí-las gratuitamente ou pedir que as devolvam após o uso?

Sim, estará! São permitidas apenas cópias, em um só exemplar, para uso privado do copista, sem intuito de lucro direto ou indireto. Copiar para distribuir, ainda que sem ganho material, é contra a lei e ofende o quesito “uso próprio”. 

Vantagens e desvantagens

A impressão sob demanda trás vantagens principalmente para as editoras. Quanto à rentabilidade, a possibilidade de impressão de edições com tiragem reduzida. Só se imprime o que é encomendado. Dessa forma as editoras tornam-se mais livres para investir em outros autores, inclusive os novos, sem o risco de um prejuízo no caso de rejeição pelos leitores. Além disso, reduz o desperdício de papel e o custo para editoras, pois os livros não são impressos em massa, apenas quando alguém decide comprá-los.  [1]Imagem retirada do Google A qualidade do produto é também é um ponto positivo, já que os impressos sob

Livros-sob-demanda-printstore (1)

Imagem retirada do Google

demanda são praticamente indistinguíveis da maioria dos volumes. Além disso, qualquer papel ou formato de capa pode ser impresso. O custo desse serviço é baixo e sua confecção é rápida, não há demanda de grandes espaços para manuseio de material e mão de obra, bem como espaço para armazenamento de estoque, já que a produção não ultrapassa o número de pedidos prévios. O principal benefício é a redução de seu custo com gráficas e com a sua logística de distribuição. Uma vez que se possui o controle das impressões de pequenas tiragens, se tem o total domínio sobre as entregas e prazos.Entre as desvantagens observadas está a distribuição, pois mesmo com uma grandre evolução no número de comercialização de livros pela internet, a maioria dos livros vendidos no Brasil se dá por meio das livrarias, onde as publicações sob demanda tem grande dificuldade de se inserir. Tal fator reflete diretamente na saída das obras. Outro ponto negativo desse tipo de publicação é a revisão das obras, principalmente as que são comercializadas de forma independente (sem processo de editoração). Enquanto em uma editora original a obra passa por até três revisões, uma editora sob demanda contrata freelancers apenas para uma revisão, podendo ocasionar a publicação de obras com erros de gramática, formatação, etc.

Por fim, a principal desvantagem percebida acerca da impressão de livros sob demanda é o preconceito. Os leitores tendem a desconfiar da qualidade dos livros editados sob demanda. A maioria, na verdade, não quer dispensar os já parcos recursos destinados a cultura em seu orçamento com apostas em obras desconhecidas. Isso acontece pelo fato de sim, muitas vezes termos péssimas obras editadas nesse sistema, ou até mesmo pela compreensão dos leitores (muitas vezes errônea) de que se o autor precisou pagar para publicar, ou então não chamou a atenção de uma grande editora, o livro não é bom. A verdade é que há duas verdades acontecem na publicação sob demanda, com de fato obras de qualidade duvidosa, mas da mesma forma promissores talentos que utilizam esta forma como porta de entrada para o meio editorial.

Impressão sob demanda e a biblioteca

The Espresso Book Machine-2

The Espresso Book Machine-2

Vídeo retirado do youtube: https://www.youtube.com/watch?v=Q946sfGLxm4

Shapiro Library da University of Michigan (Ann Arbor) foi a primeira biblioteca universitária a instalar a impressora de livros, denominada "The Espresso Machine", que imprime sob demanda, livros de alta qualidade e com encadernação reforçada. Esses livros são títulos de domínio público que fazem parte de uma coleção com mais de dois milhões de livros digitalizados.

Cada cópia, que leva uma média de cinco minutos para ser elaborada e custará dez dólares. O serviço estará disponível a partir de primeiro de outubro para professores, pesquisadores e alunos da universidade.

Com esse novo serviço, a biblioteca ultrapassará os limites do seu espaço físico, provendo acesso a obras raras e/ou esgotadas, facilitando, assim, o acesso à informação.

Referências

ERALLDO, Douglas. 10 desvantagens da publicação sob demanda. Disponível em: <http://www.listasliterarias.com/2012/09/10-desvantagens-da-publicacao-sob.html>. Acesso em: 30 maio 2018.

MARCHIORO, Gabriela. Biblioteca de Michigan imprime livros em minutos. Disponível em: <https://www.ufrgs.br/blogdabc/biblioteca-de-michigan-imprime-livros/>. Acesso em: 30 maio 2018.

FABRÍCIO. Conheça as vantagens de oferecer serviços de impressão sob demanda de livros. Disponível em: <http://helioprint.com.br/blog/impressao-sob-demanda/>. Acesso em: 31 maio 2018.

EDITORIAL, Pioneira. O que é impressão sob demanda? Disponível em: <http://pioneiraeditorial.com.br/o-que-e-impressao-sob-demanda-ou-pod-print-on-demand/>. Acesso em: 31 maio 2018.

THE Espresso Book Machine. [s.i.]: Ondemandbooks, 2008. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=Q946sfGLxm4>. Acesso em: 31 maio 2018.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.